Wagner Pensa Hirata

Love and Bike Lifestyle

Arquivo para o mês “setembro, 2008”

The Way on Lyrics – Advanced English

FIRST
 
High Times – Jamiroquai
 
Written by Jay Kay, Toby Smith, Stuart Zender and Derrick McKenzie
 
You don’t need your name in bright lights
You’re a rock star
And some thin foil with a glass pipe
Is your guitar, now yes it is
Little Angela suffers delusions
From these high times
She’s been cleaning up,
Since she was fourteen
On the main line
And her hunky funky junky,
Of a boyfriend
Got her on late nights
With her skirt tight
Woah she’s a wild thing, letting it all swing
God bless our high times
Don’t you know that last night
Turned to daylight
And a minute became a day
Last night
All my troubles
Well they seemed so, so far away
Searching my reflection
For a glimpse of, an other me
I’ve got to get away from these high times
All these high high times
Cause these hight times
are killing me
This twisted crystal kingdom
Where you live your nine lives
And your head spins
With purple cyclones made of dexadrine
And when the phone rings
You think bad things
Well these are high high
High high times yeah
In any backstreet when you take a hot seat
Make sure you check your flight times
Oh now mama
Don’t you know that last night
Turned to daylight
And a minute became a day
Last night
All my troubles
Well they seemed so, so far away
Searching my reflection
For a glimpse of, an other me
I’ve got to get away from these high times
All these high high times
Cause these hight times
are killing me
Now drop it this time
Paranoia will destroy ya
Paranoia will destroy ya
Paranoia will destroy ya
Paranoia
Paranoia
Don’t you know that last night
Turned to daylight
And a minute became a day
Last night
All my troubles
Well they seemed so, so far away
Searching my reflection
For a glimpse of, an other me
I’ve got to get away from these high times
All these high high times
Cause these hight times
are killing me
La la la la la
High Times (oh yeah)
We’re living in high high high times yeah
 
THEN
 
Hardway – DC Talk
 
Some people gotta learn the hardway
I guess Im the kinda guy
That has to find out for myself
I had to learn the hardway, father
Im on my knees and Im crying for help
Now Ive been high and Ive been low
Ive been some places that you will not go
I never thought there would come the day
When I wished I never wouldve lived this way
But Ive been searching for a long, long time
I thought the devil was a friend of mine
I turned my back on everything that was true
And wasted years that belong to you
(repeat chorus)
It took so long for me to see
That Im a victim of nature and me
Left to myself I realize
I am the maker of my own demise
But you accept me every time and again
And never mention just how selfish Ive been
Why must it always take me so long to see
That I have fallen but you will forgive me?
(repeat chorus 2x)
The warning signs are like flares in the night
Still I proceed my greed is in spite of the fire
I know thats bound to burn
Why is it that I always gotta learn…
The hardway, the hardway, I had to learn the hardway
The hardway, the hardway, I had to learn the hardway
 
AND FINALLY
 
Fellin`So Fly – Toby Mac
 
You got me feeling so fly
There ain’t a day that goes by
A supernatural high
Oh my goodness – people I can’t deny
You got me feeling so fly
Uh oh, here we go again
Talking about that thing that so genuine
Uh huh, gonna make it known
So a freak like me get his cover blown
Can’t help but glorify my Adonai
Gotta testify
Uh oh, here we go again
Talking bout His love so genuine
This ain’t no fire drill
It hits like Holyfield
Break out your freak appeal
You think you know the deal
I’m gonna show you what’s for real
There ain’t a day that goes by
That I’m not singing Your praise
There ain’t a day that goes by
That I’m not lifting your name
A supernatural high
Your love is simply insane
You got me feeling so fly
So fly when it’s You and I
And the way we hanging in the morning time
And it’s so dope I can barely cope
When you make my joy go and overflow
I can’t help but glorify my Adonai
It’s so fly that it’s blowing minds
So fly that they can’t deny
There ain’t a day that goes by
That I’m not singing Your praise
There ain’t a day that goes by
That I’m not completely amazed
A supernatural high
Your love is simply insane
You got me feeling so fly
Knock, knock
Who’s there?
Well it’s me, TMac
Feeling fly as a kangol hat
Insecticides can’t steal this shine cuz
The fly I feel is straight divine
Anúncios

Not tired of getting disapointed

Não me cansarei de me desapontar,
Eu quero amar,
Como eu poderia julgar,
se eu só faço é desapontar.
Sei que amanhã virá,
eu me desapontar,
eu desapontar,
não há o que lamentar,
se alguem tem que me suportar.

Viver ou Sobreviver, Simples Escolha

521632_508276962564305_233181810_nOntem assisti ao filme “Ensaio sobre a cegueira”, bom filme, mas nele um acontecimento chocante em minha opinião.

Narrado o fato: Nesse filme existe certo momento que há dois grupos de cegos que estão enclausurados em uma espécie de presídio, onde são distribuídos os alimentos para que os próprios cegos os redistribuam entre si para seu sustento. Até ai tudo bem, mas em certo momento um dos grupos tem a posse de uma arma e exige do outro grupo objetos como dinheiro e jóias em troca dos alimentos. Mas após algumas semanas esses objetos acabaram, e agora como base de troca o grupo que possuía os alimentos agora pedia sexo, ou seja, as mulheres do outro grupo. E o pior não acho que tenha sido o pedido, mas sim do grupo dominado pedir voluntárias para fazer o q os outros pediram… Daí meu choque. Mas tudo “deu certo”, elas, as voluntárias, foram e fizeram o que eles queriam e todos puderam se alimentar.

Não quero julgar, por que imagino o que é uma situação dessas como passando fome. Mas e a luta?… Não acredito que na vida temos que nos submeter a tudo. Claro que para algumas situações devemos ser flexíveis, mas isso tudo me deu nojo. Nojo das mulheres, nojo dos homens covardes que permitiram que as outras mulheres fizessem algo tão nojento; e mais nojo dos homens que fizeram esse pedido, se aproveitando de pessoas em sua situação de desespero, isso por sexo.

Eu acredito que devemos lutar, sempre, pela dignidade, pela liberdade, não nos submeter para simplesmente sobreviver. Posso citar um exemplo que poucos vão gostar: EUA enfrentou a Inglaterra para ser livre e deixar de ser explorado por eles, o que custou muitas vidas americanas; William Wallace enfrentou o mesmo país até sua morte sem ceder até o último momento por algo que, para ele, valia mais que a sua própria vida; o maior exemplo é Jesus Cristo se entregou por nós.

Existem algumas coisas na vida que são mais valiosas que a própria vida, eu acho inaceitável uma situação dessas. Devemos lutar e morrer se for necessário pela honra, ou por o que acreditamos. Acredito que naquele momento o ”sobreviver” era o mais importante que o “viver” para eles. Eles se submeteram e se condenaram, em minha opinião, ou talvez eu seja muito radical. Mas para eles talvez só tenham entregado algo que não tem importância, o que é difícil de aceitar. Não consigo imaginar algum fazendo sexo por comida. Eles poderiam pensar em diversas desculpas: “fiz isso por meus filhos”; “poderíamos morrer” mas antes lutar e morrer do que se submeter e condená-los a uma sobrevivência sem vida.

Em outro filme, interessantíssimo: Wall-E. Os seres humanos têm a possibilidade de ter sua vida tranquila no espaço sobrevivendo, ou voltar a terra e encarar a realidade dura de um planeta destruído e poluído com todos seus desafios para ser reconstruído. Ele não hesitou: “Não quero sobreviver, eu quero viver”, com certeza consciente de todas as dificuldades que ele teria que encarar para fazer o que ele acreditava.

Temos que tomar nossas decisões a cada momento, querendo ou não tudo faz diferença na vida. Nós sempre temos que escolher entre a pílula vermelha ou a azul. A azul a pílula da vida de ilusão, a vida do “deixa a vida me levar”, ou a pílula vermelha, do desejo de ver além, de fazer a diferença, do lutar, do certo pelo prazeroso. Como a escolha pela bicicleta a pilula vermelha te entrega a vida, a verdade nua e crua. Você sente os buracos nas ruas, a população entregue a própria sorte e a violência de que decidiu pela pilula azul que é a proteção dos vidros que pode ser usado como quando aparece alguém indesejado fecha o vidro, ignora, passa direto, essa realidade “protegida” é a escolha da maioria. E se vive assim: sem sentir a vida, sem crescer, sem sofrer junto, sem desafios e sem conquistas, mesmo que a escolha vá pelo caminho mais fácil pela simples procura pelo bem estar individual, segurança financeira, status e reconhecimento exterior…

Mas é estranho que quando pergunto qual pílula às pessoas preferem ninguém diz que quer a azul, todos querem a pílula vermelha.

Querem a pílula vermelha, mas se escondem, escapam das situações da vida. Escondem-se com drogas, com os cigarros, bebem até se embriagar, querem escapar dos problemas disfarçando. Não acreditam em si, ou não querem acreditar, tem preguiça por isso não enfrentam seus problemas, sem saber que podem até se machucar, mas no fim a batalha final será pela simples escolha de lutar…

Ontem alguém me disse que já que eu não bebia, não usava drogas, não fazia sexo com qualquer uma eu podia morrer, dizendo que eu não “viva” o suficiente para a minha vida valer a pena. Como resposta eu só lhe disse o que diria para qualquer um: a vida é muito além de sexo e drogas e quando ele aprender a ser feliz sem essa limitação ele conhecerá a verdadeira felicidade. Sei que para muitos isso soa cafona, careta, lame, mas é isso é o que acredito.

Como muitos sabem eu sou cristão e acredito que depois da morte existe o final bom e final ruim para as pessoas, mas não deixo que isso influencie minhas atitudes aqui. Não vou ter uma atitude boa com alguém ambicionando ir para o céu, se eu o faço é por amor e por agradecimento por Deus simplesmente me dar à oportunidade de eu viver, de respirar. Sou contra esse pensamento de medo do pecado e de caridade ambicionando algo, a conhecida caridade vaidosa.

Não tenho nenhum medo do meu fim, não tenho medo da morte, eu só tenho medo de quando eu morrer eu me arrepender. Arrepender-me de não ter feito o que eu deveria, de não ter amado quem eu poderia ter amado, as vidas que eu poderia ter ajudado e não ajudei, tenho medo de ter desperdiçado oportunidades por não amar. Essa é a minha escolha…

The Show Must Go on

Há algumas semanas eu descobri que um dos melhores musicistas que conheço morreu, e como fiquei triste. Eu mal sabia que ele, há dois meses antes, tinha sofrido um acidente e estava se recuperando até que subitamente ele morreu.

No mesmo dia eu descobri que a sua banda, uma das mais populares dos EUA, continuava fazendo suas apresentações. Pensei: que legal.

 

Quem me conhece sabe que não sou apegado ao passado, para mim o que passou passou. Mas não está certo isso?…

 

Nós convivemos diariamente com perdas, todo dia alguém morre, todo dia alguém falta, todo dia terminamos algo para começar algo novo. Nunca quis que fossem dependentes de mim, nem minha família, como também não quero ser dependente de ninguém. Não quero ser insubstituível no trabalho, não mesmo, não tenho problema em passar todo meu conhecimento com medo de ser substituído.

 

Relacionamentos seja com quem for são substituídos, mesmo com a maior da perda que acredito que é a perda dos pais temos que continuar e olhar para frente e deixar para traz o que ficou o passado é só lembranças. Algumas pessoas morrem com suas perdas, parceiro, amigos, pais ou filhos; olhando só para trás e perdendo agora o futuro. Mas acredito que devemos continuar e digo que ninguém é substituível, mas também ninguém é insubstituível.

 

A perda faz parte da vida, todo dia novo que nasce vem com a morte do dia anterior, assim também vale para as semanas, meses, anos e por fim vidas. Nascemos perdendo coisas a nossa volta e coisas que amamos, nascemos morrendo.

Por isso devemos aproveitar a cada dia, mas não inconseqüentemente e irresponsavelmente, mas acredito que devemos dar o melhor para dia que morrer, ele tem q ter a marca do seu melhor por que é isso que vai ficar, é isso que você vai deixar.

 

Existe um poema muito lindo e curto, que nem sem de quem é:

"Só lamente uma vez"

Que vale ficar olhando para traz, e parar. Se algo foi ruim se prepare para o próximo e continue, não devemos ficar chorando para o passado, travado e com medo do novo. A perda existe para ensinar, nos fazer melhores criar resistências.

 

A vida é um show, e perdas são previsíveis e temos que estar preparadas para elas, sejam lá quais elas forem.

 

A lamentação é desperdício, é seu desperdício. Aconteceu?… chore, chore bem, chore muito, e pronto. Guarde a lembrança e continue maior e melhor, seja mais feliz, seja mais completo.

Acabou recomece.

Te descepcionou? dê outra chance.

Descepcionou de novo? lembre-se que você também erra e continue acreditando.

Morreu, lembre-se que VOCÊ continua vivo.

Perdeu? existem outros.

Sempre há algo a mais por o que se viver…

Deus não nos limitou, Ele nos fez livres, mas algumas pessoas não acreditam nisso e simplesmente se limitam. Se fazem pequenas quando poderiam ser grandes.

Nada é difícil de mais, nada é duro demais, se você quiser você é forte você vai além. O único intransponível é a morte.

 

 

The Show Must Go On – Queen

 

Empty spaces – what are we living for
Abandoned places – I guess we know the score
On and on, does anybody know what we are looking for…
Another hero, another mindless crime
Behind the curtain, in the pantomime
Hold the line, does anybody want to take it anymore
The show must go on,
The show must go on
Inside my heart is breaking
My make-up may be flaking
But my smile still stays on.
Whatever happens, I’ll leave it all to chance
Another heartache, another failed romance
On and on, does anybody know what we are living for?
I guess I’m learning, I must be warmer now
I’ll soon be turning, round the corner now
Outside the dawn is breaking
But inside in the dark I’m aching to be free
The show must go on
The show must go on
Inside my heart is breaking
My make-up may be flaking
But my smile still stays on
My soul is painted like the wings of butterflies
Fairytales of yesterday will grow but never die
I can fly – my friends
The show must go on
The show must go on
I’ll face it with a grin
I’m never giving in
On – with the show –
I’ll top the bill, I’ll overkill
I have to find the will to carry on
On with the –
On with the show –
The show must go on…

Navegação de Posts