Wagner Pensa Hirata

Love and Bike Lifestyle

Arquivo para o mês “agosto, 2009”

Desperdício

Todo mundo é um desperdício, é um potencial, ninguém faz tudo que poderia fazer, primeiro por não se conhecer e segundo por não querer.

 

O primeiro é o mais difícil, o se conhecer (autoconhecimento). – Nós nascemos com muitos potenciais que vão se limitando com o tempo, e com algumas atividades especificas durante a infância podem desenvolver os potenciais ou atrofiá-las, exemplos como praticar e escutar musica, leituras, brincadeiras educativas e reflexivas, esse é o problema de muitos canais da TV que só envia informações para que seja absorvida sem reflexão. Também podemos falar do bom convívio social que influencia na criança principalmente quanto temperamento e personalidade. Com isso acredito que definimos se vamos gostar mais de áreas exatas ou humanas; mais de relacionamentos ou números; ou seja, exemplificando mais claramente: uma pessoa vai gostar mais de português, sociologia, vendas ou engenharia, matemática e áreas afins.

 

Mas como não sou psicólogo tudo que escrevi acima tem grande possibilidade de ser besteira, então consideremos, agora, o individuo adulto. O indivíduo reflexivo (o que não é comum em nossa sociedade) já tem grande possibilidade de alcançar o autoconhecimento, este observa o seu mundo a volta, as relações entre as pessoas, a sua relação entre as pessoas, e a si própria. Refletindo e sendo critico com sigo mesmo este já tem grande possibilidade de se conhecer, digo de uma forma ampla, de qualidades, comportamentos, limites e defeitos. Esse trabalho q temos para o autoconhecimento é muito desencorajado na sociedade de hoje, pois as pessoas se devem se portar como "perfeitos", sem necessidade de melhorar, sem assumir erros, sem se mostrar fracos ou inseguros, por isso nós vivemos nessa sociedade de aparências. As pessoas precisam ver modelos para se basear, mas todo mundo quer ser auto-suficiente e aprender de igual é se colocar para abaixo, a baixa estima não permite que tenhamos modelos entre nós, só modelos utópicos; as pessoas precisam assumir e admitir erros, mas todos querem estar certos, só aceitam q o outro erre não ela; as pessoas precisam ver criticamente o que tem q melhorar, mas ninguém quer ser humilde e observar seus defeitos; precisam ver suas fraquezas, mas temos q nos mostrar seguros; com isso à necessidade de se mostrar seguro e forte para os outros e a si mesmo nos cega.

 

"O sábio procura o que está nele próprio; o tolo, o que está fora dele." (Confúcio)

"Aprender sem refletir é desperdiçar a energia." (Confúcio)

“Aqueles que nascem com o dom do conhecimento são a mais alta classe entre os homens. Aqueles que aprendem e rapidamente alcançam conhecimento vêm em seguida. Aqueles que são obtusos e desprovidos de inteligência, mas ainda assim se dedicam ao aprendizado, aparecem depois deles. Já os que são obtusos e desprovidos de inteligência e ainda assim não estudam, essas são as mais baixas das pessoas." (Confúcio)

 

"O problema da America é que os americanos não têm pensamento critico" (Patch Adams)

 

Algo que todos desenvolvem e são importantíssimos na vida do homem são os DONS. Mas acredito que uma porcentagem muito pequena consegue descobrir no que é realmente bom, qual seu DOM, é só observar isso a sua volta, é só perguntar para as pessoas, é só se perguntar, você sabe o seu DOM?… Todo é bons em alguma coisa, alguns são bons em várias coisas, em diferentes áreas da amplitude de possibilidade humana, mas infelizmente a sociedade valoriza os DONS que trazem resultados financeiros, os Dons para o trabalho. Isso é uma tristeza, e muitas pessoas que se enquadram no pensamento de nossa sociedade se frustram por não ter um desses DONS, pois estarem apenas visando dinheiro e por isso escondem ou não enxergam seus DONS reais que apesar de não trazerem resultados financeiros podem trazer resultados humanos e sociais muito positivos. Eu ressalto a importância do DOM por que estes deveriam ser a base para a escolha do que as pessoas deveriam fazer em suas vidas. Pois assim, vivendo em atividade com seu DOM, fazendo o q é bom, ou seja, alto desempenho e no seu propósito as pessoas não viveriam frustradas, como sabemos q acontece muito. Ou seja, "trabalhe em algo que você ame e nunca mais terá que trabalhar na vida" (Confúcio).

 

O segundo ponto é o não querer. Quando falamos em DONS diferentes, podemos observar que muitas pessoas são ótimas em algumas coisas, mas que não são felizes as realizando, infelizmente. Gostariam de fazer algo diferente mas não conseguem ter um bom desempenho naquilo, normalmente tentando desempenhar algo que lhe dê beneficio particulares, dinheiro ou poder. Então assim eu diria que quem gosta de seu DOM tem sorte, pois muitos não gostam. E muitas caem, como foi dito acima, na vida frustrada. Eu acredito que todo DOM deve ser usado para o bem comum não para beneficio particular, o DOM é um presente de amor que deve ser usado com amor para as pessoas.

 

Eu me sinto também desperdiçado, de certa forma, pois acredito que descobri meu DOM, são minhas palavras, é pensar, refletir e ajudar as pessoas com palavras, ou seja, ser amigo.

Poderia ajudar tantas pessoas com minhas palavras, com meus conselhos e tenho tão poucos amigos. Tanto que podia escutar, tanto que podia ajudar a resolver. Tantas pessoas que precisam de palavras, tantas pessoas que precisam de apoio para fazer o q é certo. Tantas pessoas que precisam de mim como eu preciso delas, por que sem elas, sem você, vivo assim frustrado, como voz sem ouvido, como soluções sem problemas, como ajuda sem ter a quem, como um potencial sem ser explorado.

Por isso que escrevo, esse é meu consolo, se não tenho amigos que possam me escutar, quem sabe, algum dia poderão me ler. Estarei sempre aqui, mesmo quando eu me for. Como um amigo que esperava ansioso por passar momentos saudáveis, me faço presente e me entrego a quem possa me ler; que alem de ler possam usar para a vida essas palavras que só por AMOR existem

 

Anúncios

Uma vergonha nacional

Nada pessoal, nada contra José Sarney, um imortal, o negócio não é que tenho algo contra ele, mas a favor dos brasileiros.

Colocando amigos e familiares sem competência como funcionários do governo covardemente através de "atos secretos" é algo inaceitável, um absurdo. O pior não é ele ter feito isso, o pior não é ele ficar no cargo, mas sim legalizar essa atitude de nepotismo. Votaram deixando de ser secreto e sendo agora legitimo os atos secretos em que José Sarney emprega esse povo.

Em vez de tirar do cargo, quem sabe até perder o mandato, fazem o contrário, dizem q o ele fez de errado é certo. O PMDB é tão poderoso assim? e o governo do PT tem q negligenciar tantos valores por esse apoio, eu penso por que o próprio PMDB não o exclui o isola, sei lá… Será que ele sabe demais?… Compaixão do partido não é por que acho q compaixão é um sentimento nenhum partido do Brasil tem por ninguém.

dinheiro é o que importa?… bom pra vc…

o poder da palavra

Navegação de Posts