Wagner Pensa Hirata

Love and Bike Lifestyle

Arquivo para o mês “junho, 2013”

Proselitismo?!…

Há algum tempo eu entendi que o termo Salvação não é algo exclusivo dos seguidores de Jesus, mas sim, ainda me considero seu seguidor.

Eu não sigo Jesus por acreditar que serei salvo por isso. Eu o sigo, explicando de forma prática, por ele ser o mais perfeito de exemplo de homem possível na terra, o modelo. Fora considerar que ele seja O filho de Deus, Deus em Si e Irmãos de todos os seres humanos. Há muito tempo no meio evangélico algo me incomodava, o termo que se dá como Evangelização, ou o esforço de tornar todo mundo “evangélico”.

Sempre me questionei se o que é bom para mim seria bom para qualquer outra pessoa, seria muita arrogância afirmar isso. Essas verdades são minhas verdades que veio a mim através de minha vivência, não posso considerar algo objetivo e que serviria a todas as pessoas.

O que devo entender como Verdade vai muito além do que eu sinto e de minhas experiências pessoais. Da mesma forma o Caminho, que é algo objetivo, é algo que pode ser seguido por pessoas de qualquer religião quando seus praticantes procuramo com sinceridade a Verdade. Quanto a isso não discussão…

O Caminho para Verdade só traria benefícios a qualquer religião, como disse Gandhi faria melhores “Muçulmanos, Judeus e Cristãos” em vez de converte-los, sempre para uma religião de mesmo valor.

“Ahimsa nos ensina a sentir pela fé religiosa dos outros o mesmo respeito que sentimos pela nossa, admitindo desse modo a imperfeição dessa. Essa admissão é prontamente feita pelo buscador da Verdade, que obedece a lei do Amor. Se houvéssemos alcançado a plena visão da Verdade não seriamos meros buscadores, mas teríamos nos tornados unos com Deus, pois a Verdade é Deus. Sendo porém apenas buscadores, prosseguimos com nossa busca, e temos consciência da nossa imperfeição. E se nós mesmos somos imperfeitos, a religião que é por nós concebida, também deve sê-lo”

Gandhi

A Felicidade que eu Não Quero…

Nessa sexta feira sai do meu trabalho em um horário diferente dos dias comuns, bem no horário de pico.

tumblr_mc3augE2BN1rdhntqo1_500

A primeira impressão que tive foi que os carros travados no trânsito fazem as vias serem muito mais seguras para as bicicletas. Andando fui pensando como é bom me locomover com mais segurança sem veículos pesados a alta velocidade o que os fazem ser mortais,  apesar da velocidade reduzida que resultou um percurso 5 minutos mais demorado.
Em meu egoísmo pensei: que vendam-se mais carros, que entupam-se todas as ruas durante o dia todo, mas no decorrer do trajeto, como não tenho é de meu costume, vi as pessoas paradas, muitas nervosas, buzinando, gritando e sem paciência. Os faróis vermelhos que eu ultrapassava ficaram quase que hipnóticos, e lamentei profundamente por muitos viverem assim? tantos minutos perdidos? e todos os dias?…

Quando inofensivos no trânsito não podem fazer nada, nem uma fina, nem velocidades mortais, apenas prisões imóveis. Eles mesmos que poderiam incentivar protegendo outras pessoas em suas bicicletas para melhorar o trânsito para elas mesmas estão cegas, nem isso podem fazer.
O que vale esse sacrifício?… Calorias economizadas, um parceiro fácil, um status sem inteligência…

Não, não quero isso para meu pior inimigo. E enquanto eu puder ousarei invadir um lugar que também é meu, vivendo uma vida tão saudável, em todos os sentidos, que muitas pessoas mal acreditam que possa ser possível… por isso continuam e esperam a felicidade… sentados…

3333223826_f57bb5886e

quem quiser ver que veja… AINDA DÁ TEMPO…

Navegação de Posts