Wagner Pensa Hirata

Love and Bike Lifestyle

Por Amor

Falam o que o amor tem que ser conquistado e mantido com esforço e sacrifício, eu discordo.

Amor em que tem que se tornar alguém agradável e aceitável não é bem amor.

O esforço de mudar de religião, participar de ambientes que não fazem parte de si, mudar hábitos por alguém se torna um peso insuportável com o tempo, e certamente só é aliviável com sacrifício e também a automutilação do outro. Inconscientemente não se vê a atitude do outro como uma atitude de amor mas como reciprocidade: infeliz reciprocidade. Afinal se eu posso ser infeliz por meu cônjuge porque meu cônjuge não pode ser infeliz por mim.

Então o que eu entendi da vida : o que vale é ser você. Com auto amor fortalecido você consegue amar-se verdadeiramente sem se agredir consequentemente você vai querer que o outro se ame sem que ele tenha que se tornar algo que não é. E essa será sua busca: que você seja você cada vez mais e ele seja ele cada vez mais sem necessidade de afinidades o reciprocidade, os erros dele, e os seus, as suas imperfeições não ofendam, machuquem e agridam. Perceberá que o que realmente importa é o Amor e não a relação tão comum e aceitável de mercado de troca e barganha de sentimentos que um vive exigindo ser surprido, o que necessariamente, cedo ou tarde, ira gerar decepção, frustração e mágoas, e Amor será algo estranho aos dois…

Por isso Seja, seja Amor, se Ame e Ame…
Liberte-se, se algo não é saudável não é Amor

Bom dia

#OptePeloAmor

Anúncios

Navegação de Post Único

Comente:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: