Wagner Pensa Hirata

Love and Bike Lifestyle

Normalidade

Quem tem o Dom, ou a Maldição, da normalidade? Quem ousa se achar totalmente normal e aceitável?

Os bem aceitos pela sociedade apenas não se descobriram suficiente, não se libertaram. Quem tem a vontade e a coragem para olhar com sinceridade para si percebe sua individualidade, particularidades e sua anormalidade. Daí se dá o Amor.
Quem ousa não aceitar? Ousa não ser aceito? Pelas diferenças e normalidades somos todos iguais.
Quão pequeno é seu Amor que não permite o outro ser quem é, mesmo que ele permita que você seja é. E mesmo que não permitisse, cada um tem sua maturidade.
Você limita o previlegio de sua convivência aos iguais? Ou aos igualmente anormais? Isso que tem faltado o Amor dos “normais” ou da tentativa de Amar dos diferentes.
Acolher é Amar não os aceitos e aceitáveis, não os normais. 

Amar é abrir os braços…
Quero em minha vida, não excluo.

Quero querer, quero não excluir…

E assim caminhamos na tentativa

Anúncios

Navegação de Post Único

Comente:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: